fran

“Minha obra é uma longa luta amorosa com a natureza, eu podia mostrar um fragmento dessa beleza. E assim fiz. Mas não posso repetir esses gestos até o infinito. Como fazer meu esse pedaço de madeira? Como exprimir minha emoção? Mudei minha obra sempre que senti ser preciso. Mudei? Não. Apenas encontrei uma outra natureza. Cada vez que ia a lugares diferentes, minha obra mudava. Eu recolhia troncos mortos nos campos mineiros e com eles fiz minhas primeiras esculturas, colocando-os com a terra. Eu queria lhes dar uma nova vida.” F.K.

 

Frans Krajcberg (Kozienice – Polônia, 1921 – Nova Viçosa, Bahia, Brasil)

Frans Krajcberg é considerado por muitas pessoas um dos artistas que mais luta pela natureza na atualidade. Chegou ao Brasil em 1948 e, desde então, morou em diversas cidades brasileiras, como Rio de Janeiro (RJ) e Cata Branca (MG). Foi nesta cidade que sua obra transformou-se: fascinado pelas belezas naturais do país, Krajcberg fez suas primeiras experiências com materiais da natureza, utilizando madeiras recolhidas em acidentes ecológicos para fazer suas esculturas e diversos pigmentos retirados da terra. A partir de então, o artista experimentou criar trabalhos com as inúmeras possibilidades oferecidas pelos materiais naturais.

Suas obras denunciam os crimes ecológicos e transformam os restos da natureza agredida pelo Homem em sua própria defesa.